Autor Tópico: O Espírito Santo  (Lida 1288 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Missionário
*****
Mensagens: 132
Sexo: Masculino
Desenvolvimento
Offline Offline
    Ver Perfil Centro De Evangelização
O Espírito Santo
« em: 13 de Julho de 2013, 19:47 »

Muitos que pensam ter recebido o batismo do Espírito Santo, têm avançado somente na purificação de seu amor natural. Jesus explica a diferencia entre o Espírito de Deus e o Espírito Santo
 
Eu estou aqui, Jesus


Deixe-me escrever brevemente sobre um tema, que interessará você e aqueles, quem talvez leiam minhas mensagens.


Sobre o que quero escrever esta noite, é a condição daqueles, os quais pensam, que têm recebido o influxo ou o batismo do Espírito Santo, quando de fato somente têm avançado na purificação de seu amor natural, e para uma harmonia com as leis da criação, que os levou a crer, que o que eles experimentaram tem que ser o resultado de um doação do Amor, que o Espírito Santo traz aos mortais. Assim muitos humanos descansam nesta equivocação; e pela felicidade, a que sua experiência lhes dá, nascendo de tal aumento na harmonia, crêem plenamente, que o Espírito Santo tem tomado possessão de suas almas e causa a felicidade. Mas nesta conclusão, se estão decepcionando, e notarão sua equivocação, quando chegarem a acordar na vida espiritual.


O Espírito Santo é aquela parte do Espírito de Deus, que manifesta sua presença e cuidado transportando o Amor Divino dEle às almas dos homens. Este Amor é a suprema, maior e mais santa das possessões dEle, e pode chegar aos homens somente pelo Espírito Santo; e se utiliza este nome em distinção ao espírito, que demonstra a operação da Alma de Deus aos homens em outras direções e para outros propósitos. Seu Espírito Criador e Seu Espírito de Cuidado e o Espírito que faz, que Suas leis e Seus propósitos sejam eficazes no governo do universo, não são o Espírito Santo, conquanto formam igualmente parte da Alma de Deus, e são igualmente necessários para as manifestações dos poderes e o exercício das energias da Alma dEle. Estas energias espirituais tratam com as coisas do universo, que não têm relação com a Alma de Deus e as almas dos homens. Mas sempre quando se falar do Espírito Santo, tem que significar somente aquela parte do Espírito de Deus, que transforma as almas dos homens na Substância da Alma de Deus, em sua qualidade de Amor.


Escutei o sermão do pregador na noite de domingo, sobre o trabalho do Espírito Santo, como se o descreve no conteúdo do Novo Testamento, e vi que suas conclusões de estes conteúdos foram completamente errôneas e contrárias à verdade. Como ele disse, os efeitos da operação do Espírito Santo se manifestam em mais de uma forma, e não todo o mundo, a quem o tenha sido conferido, está cheio dos mesmos poderes de expor sua presença e possessão. Agora, em todas estas evidências de sua existência pelas experiências dadas, a gente tem que compreender, que Ele é limitado em suas operações a aquelas condições e manifestações, que têm sua fonte no Amor Divino do Pai, conferido à humanidade em minha vinda na carne; e que aquelas evidências de espírito, que não têm relação com este Amor, não são evidência da presença do Espírito Santo. Como se relata no Novo Testamento, quando o Espírito Santo foi conferido a meus discípulos em pentecostes, o veio "do céu com um som, como de um vento impetuoso" (que já explicamos antes a você) que "sacudiu a habitação", onde os discípulos estavam reunidos, e os encheu de seus poderes. Isto somente significa, que este Amor Divino entrou em suas almas em grande abundância, que eles foram comovidos em suas almas a tal grau, que pensaram, que a construção, onde se acharam reunidos, foi sacudida. Mas nisto, se equivocaram, porque o efeito da presença do Espírito Santo não é assim, que afete as coisas da natureza inanimada, mas se restringe às almas dos homens.


E o pregador tem que sabê-lo, porque se os homens possuírem poderes para realizarem as coisas mentais ou materiais de sua vida, não necessariamente possuirão o Espírito Santo. Muito da cura física de mortais é realizada por poderes espirituais, que não têm conexão com, ou procedem do Espírito Santo. Que sim há evidência de isto, os homens se lembrarão, que o Antigo Testamento está cheio de sucessos, onde homens foram sarados de suas doenças, e outras coisas maravilhosas aconteceram, no tempo quando o Espírito Santo estava excluído da possessão do homem. Porém, estas maravilhas (como então pensaram) foram realizadas por homens, os que proclamaram estar dotados com o Espírito de Deus. Este Espírito de Deus ainda está funcionando para o bem e a felicidade da humanidade, e seguirá trabalhando, até que os homens cheguem a estar em harmonia consigo mesmos como o primeiro criado.


Compreendo o objetivo do pregador, intentando demonstrar e convencer seus ouvintes, que porque eles não tinham aqueles poderes, que a Bíblia descreve como os que meus discípulos os tiveram depois do doação do Espírito Santo, não deveriam crer e concluir por isso, que eles (seus ouvintes) não tivessem esta benção. Suas intenções e esforços foram encomiáveis, e surgiram do desejo para seus ouvintes não se sentirem desanimados e desenganados em seus esforços por procurar o influxo do Amor, que o Espírito Santo traz aos homens. Mas por outra parte, seus ensinos foram perigosos e enganosos para estes ouvintes. Porque a conseqüência natural deste ensino, é conduzir aos homens à crença ou persuasão, de que eles tinham este Poder e Consolador, quando eles não o tinham, prevenindo assim, que busquem e obtenham este Consolador pelo único Caminho, como pode ser obtido.


O espírito santo fundamentalmente não tem nada que ver com grandes cumprimentos mentais ou físicos. É mau e enganoso dizer, que porque um homem é um grande inventor ou filósofo ou cirurgião, quem faz coisas sem saber de onde provém a inspiração ou proposta para fazer estas coisas, então está possuindo o Espírito Santo.


Todas as coisas, mediata ou imediatamente, têm sua existência, operação e crescimento no Espírito de Deus, e somente neste Espírito. E este Espírito é evidenciado de muitas e variadas maneiras na experiência dos homens. Como conseqüência, os homens dizem, que eles vivem e se movem e têm sua existência em Deus, o que somente significa, que eles vivem e se movem e têm sua existência no Espírito de Deus. Este Espírito é a fonte da vida, da luz, da saúde e de outras numerosas benções, que os homens possuem e das que desfrutam — tanto o pecador como o santo, tanto o homem pobre como o rico, tanto o ignorante como o iluminado e educado — e cada um e todos dependem deste Espírito em sua existência e consolação. Este é o Espírito, que todos os homens têm em maior ou menor grau. E o brilhante pregador, mestre ou orador, quem possui este espírito em um maior grau que seu irmão menos favorecido, depende do mesmo Espírito. Ele é universal em sua existência e operação, é omnipresente, e pode ser obtido por todos os homens neste sentido: em tal magnitude como permita sua receptividade mental. E isto adicionalmente demonstra o fato, que Deus, por e através deste Espírito, está sempre com os homens — tanto nos infernos mais baixos como nos mais altos céus do homem perfeito. Está trabalhando continuamente, sem cessar, e sempre espera a chamada dos homens, seja esta chamada mental ou espiritual. É o que controla ao universo, do que a terra do homem é uma parte infinitesimal. Este é o Espírito de Deus.


Ainda que o Espírito Santo forma uma parte do Espírito de Deus, é tão distintiva como é a alma de homem distintiva de todas as outras criações de Deus. Ele constitui a parte do Espírito de Deus, que trata com a relação da alma de Deus e a alma do homem somente. O sujeito de sua operação é o Amor Divino da Alma do Pai, e o objeto de sua atividade é a alma do homem; e o grande objetivo por atingir-se através de suas operações, é a transformação da alma do homem na Substância do Amor do Pai, com a Imortalidade como um acompanhamento necessário. Este é o Grande Milagre do universo; e tão alto e sagrado e misericordioso é a transformação, que nós chamamos aquela parte do Espírito de Deus que assim opera, o Espírito Santo.


Assim não deixe, que os mestres ou pregadores ensinem, ou seus ouvintes creiam, que cada parte do Espírito de Deus, que opera sobre os corações e pensamentos e sentimentos do homem, é o Espírito Santo, porque não é a verdade. Sua missão é a salvação dos homens no sentido de levá-los a esta harmonia com Deus, pela que as mesmas almas dos homens se converterão em uma parte da Alma de Deus na Substância, e não só em imagem. E sem esta operação do Espírito Santo, os homens não podem realizar esta união.


Lhe tenho escrito antes, como este Espírito Santo funciona, o caminho como pode levar aos homens o Amor Divino do Pai, e que é necessário para seu influxo. O caminho descrito é o único caminho, e os homens não devem crer e descansar na segurança da crença, que cada operação do Espírito de Deus é a operação do Espírito Santo.


Se um homem não nascer de novo, ele não poderá entrar no Reino de Deus. E este cumprimento é somente possível pela operação do Espírito Santo.


Ah, pregador, em quem repousa uma grande responsabilidade, aprende a Verdade e então conduz os homens no Caminho da salvação!


Não escreverei mais agora, mas regressarei e entregarei outra mensagem.


Creia que amo a você e sou, seu amigo e irmão,